quinta-feira, 30 de julho de 2009

Erro fatal

Você vai ao fórum do ambiente e gosta da atividade proposta. Clica em “contribuir”. Começa a escrever. Pesquisa, reescreve. Lê e relê seu texto. Faz alterações. Busca referências. Mais uma leitura para revisão. Coloca em itálico uma frase que deseja destacar. Corrige pequenos erros de digitação. Lê de novo, pela última vez. Satisfeito, clica em “enviar” e...

Essa experiência desoladora (além do mais, você percebe que não consegue recuperar o texto pelo navegador) deve-se a uma característica do ambiente, bem como de e-mails: a limitação para o tempo que o usuário fica com a conta aberta. Isso é um procedimento comum de segurança, de modo a impedir, por exemplo, que um usuário que saia do computador sem desconectar-se de determinada conta (de e-mail ou ambiente de aprendizagem) possa ter a mesma vista e alterada por outra pessoa que utilize o mesmo computador.

É compreensível, por outro lado, a frustração expressa por cursistas que descrevem sentirem-se “prejudicados” pelo ambiente ao perderem um texto que elaboraram com empenho.

Para evitar esse problema, orientamos os tutores a solicitarem aos cursistas que escrevam o texto que irão colocar num fórum antes num processador de texto e que o salvem no computador (ou pen-drive, disquete etc.). Além de prevenir contra a perda por desconexão do ambiente, esse método faz com que o cursista guarde sua memória de participação no curso. Assim, suas reflexões estarão mais acessíveis, podendo ser utilizadas, com mais facilidade, em outro momento, para estudo ou produção de outro texto.

Uma solução mais sofisticada é a criação de um espaço digital próprio, como um blog, para guardar (e eventualmente socializar) trabalhos, montando uma espécie de portfólio. A cursista Eliana Lourenço Marques construiu um blog (aqui) com características como essa.

Um comentário:

  1. Idéia muito interessante vou pensar nessa possibilidade
    Parabéns.

    ResponderExcluir