quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Paulo Leminski fala sobre o grafite



Em meados dos anos 1980, o poeta Paulo Leminski falou sobre o ímpeto trangressivo, então, do grafite, principalmente o de caráter textual, aproximando-o da poesia. "O grafite está para o texto assim como o grito está para a voz", diz ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário